Uma introdução ao Object Storage

Com a liberação da SoftLayer Object Storage, queríamos integrar recursos exclusivos da marca com valor agregado sobre as ferramentas já abrangentes instituídas para fornecer um produto pioneiro para nossos clientes. Embora o Object Storage tenha muitos recursos que são padrão do projeto Object Storage do OpenStack (código denominado Swift), os recursos adicionais que integramos levará seu armazenamento para o próximo nível.
Antes de apresentá-lo aos recursos, gostaríamos de melhor familiarizá-lo com a arquitetura que você pode esperar ver quando estiver trabalhando com o Object Storage da SoftLayer.

Terminais de autenticação

O Object Storage da SoftLayer tem terminais de API na rede privada e na Internet pública. Chamadas da rede privada podem ser feitas somente a partir de servidores e instâncias de computação compradas da SoftLayer ou de dispositivos conectados à rede privada via VPN. Solicitações de autenticação devem ser enviadas ao terminal associado à localização de sua conta de Object Storage.

O corpo da resposta da solicitação de autenticação conterá informações do terminal para clusters associados à sua conta.

Dallas:
Rede pública: https://dal05.objectstorage.softlayer.net/auth/v1.0
Rede privada: https://dal05.objectstorage.service.networklayer.com/auth/v1.0
Amsterdã:
Rede pública: https://ams01.objectstorage.softlayer.net/auth/v1.0
Rede privada: https://ams01.objectstorage.service.networklayer.com/auth/v1.0
Singapura:
Rede pública: https://sng01.objectstorage.softlayer.net/auth/v1.0
Rede privada: https://sng01.objectstorage.service.networklayer.com/auth/v1.0

Pontos de arquitetura chave

Diferentemente da API SoftLayer comum, a API do Object Storage é escrita exclusivamente para programação baseada em REST, portanto, os usuários estarão trabalhando completamente fora de um navegador, utilizando URLs e cabeçalhos de solicitação em vez dos métodos padrão que alguém poderá comumente ver. Isso permite que utilizemos as ferramentas e as ligações já existentes para assegurar que você obtenha a melhor versão possível do Object Storage. Ao navegar pela API do Object Storage,
você estará trabalhando com três conceitos básicos de armazenamento que são facilmente navegáveis e permitem que você customize completamente a maneira como armazena seus dados.

Conta

A conta do Object Storage é tratada como qualquer conta SoftLayer. É o ponto principal de referência ao qual todos os seus dados estão associados. Ao preencher cabeçalhos da solicitação, sua conta geralmente será referida para recuperar, incluir ou mudar informações. A partir de sua conta, clusters são criados em diferentes datacenters, que hospedam objetos à medida que são transferidos por upload para o cluster. Em cada cluster, contêineres poderão ser criados para melhor organizar objetos, semelhante a sistemas de arquivos usados pela maioria dos software dos dias de hoje.

Cluster

Um cluster é um conjunto de servidores que cria armazenamento de objeto escalável e tolerante a falhas. Ao usar o Object Storage da SoftLayer, seus dados são replicados pelo cluster, assegurando que possam ser recuperados em caso de falha de nó. Os clusters de Object Storage estarão localizados em nossos datacenters de Dallas, Amsterdã e Singapura.

Contêiner

O contêiner é a unidade de armazenamento básico para todos os dados armazenados. Contêineres funcionam no Object Storage de forma bem semelhante a como pastas ou diretórios funcionam em muitos sistemas operacionais. A principal diferença entre contêineres e pastas ou diretórios é que contêineres não podem ser aninhados. Uma conta deve ter no mínimo um contêiner e o número de contêineres permitido por conta é ilimitado. Como opção, contêineres adicionais podem ser criados dentro de sua conta e os dados podem ser organizados dentro dos contêineres baseados em suas necessidades de negócios.

Objeto

Um objeto representa os dados e quaisquer metadados dos arquivos armazenados no sistema. Por meio da interface REST, os metadados de um objeto podem ser incluídos adicionando cabeçalhos de HTTP customizados na solicitação e a carga útil dos dados como o corpo da solicitação. Os objetos não podem exceder 5 GB e devem ter nomes que não excedam 1024 bytes após a codificação da URL. No entanto, objetos maiores que 5 GB podem ser segmentados e, em seguida, concatenados de forma que seja possível fazer upload de segmentos de 5 GB e download de um único objeto concatenado. É possível trabalhar com os segmentos e manifestos diretamente com solicitações de HTTP.

A API do núcleo é desenvolvida com o Object Storage do OpenStack.
Guia do desenvolvedor do Object Storage do OpenStack
http://docs.openstack.org/api/openstack-object-storage/1.0/content/

Recurso de Object Storage chave

Agora que está familiarizado com o básico do Object Storage da SoftLayer, gostaríamos de apresentá-lo de forma breve a dois recurso-chave padrão em toda conta do Object Storage. Para obter mais informações sobre qualquer um desses recursos, clique no link integrado às descrições e será roteado a um artigo detalhado sobre o recurso selecionado.

Integração de CDN

Com a integração de CDN disponível para todos os clientes do Object Storage, agora, você tem a opção de replicar seus dados para todos os Pontos de presença (PoPs) na rede da SoftLayer. Isso significa ter as informações armazenadas mais próximas de seus clientes em todo o mundo e permitir que seus dados sejam recuperados do servidor que obterá informações dos clientes de forma mais rápida.

API do serviço de procura

A API do serviço de busca é exclusiva do Object Storage da SoftLayer. Essa API, construída diretamente sobre a API do Object Storage, permite customizar sua procura não somente para procurar por conta, contêiner ou objeto, mas também para inserir diversos parâmetros em sua solicitação para assegurar o melhor retorno possível. Os parâmetros incluem, mas não se limitam a:

  • Formato – Especifique o formato no qual seus resultados são retornados. As opções de formatação atuais são json, XML e texto simples.
  • Recursivo – Requeira que o sistema procure de forma recursiva, se desejado.
  • Classificação - Indique como gostaria de classificar sua resposta. Embora o sistema, por padrão, classifique com base na melhor correspondência, os usuários têm a opção de substituir e receber os resultados com base na propriedade desejada.

Ligações entre linguagens

Além de usar a API REST, fornecemos ligações entre linguagens para diversas linguagens.